Agenda

Cidades inteligentes pauta Colégio de Inspetores em Taubaté

Compartilhe!

Mais de 100 profissionais da área tecnológica participaram do Colégio Regional de Inspetores do Crea-SP, nos dias 01 e 02 de outubro, em Taubaté, na região do Vale do Paraíba. O encontro teve como tema “Planejamento e Tecnologia – a chave para cidades mais inteligentes” e reuniu autoridades. Na abertura do evento, também foram apresentados resultados das ações de fiscalização deste ano.

Com intuito de reforçar e esclarecer o conceito de ‘cidades inteligentes’ entre inspetores do Conselho, o encontro possibilitou aos participantes refletir melhor sobre o tema por meio de oficinas conduzidas pela Prof. Dra. Eng. Civ. Iara Negreiros. A especialista trouxe à tona mecanismos eficientes de projetos aos municípios, pensados desde a contratação de serviços até a execução na área do setor público.

Especializada em linhas de pesquisa voltadas à normalização para cidades sustentáveis, inteligentes e resilientes, a engenheira avaliou diferentes mecanismos para atender cada cidadão de forma agregadora e mais eficiente. “As cidades inteligentes são aquelas que buscam sua melhoria contínua na qualidade de vida dos cidadãos, dos serviços urbanos que são ofertados dentro da cidade, usando tecnologias, sejam quais forem. E isso implica não contratar serviços aprisionado a um fornecedor ou conseguir escalar, ou seja, fazer em um bairro e não fazer nos outros. A inteligência está também na contratação desses serviços para que se consiga sempre ir melhorando e se adaptando às tecnologias”, destacou.

Ainda sobre o tema, Iara sustentou que estas novas tecnologias já existem e estão em plena atividade no setor privado. Foram discutidos quais caminhos podem ser traçados para trazer esta realidade às organizações públicas, bem como especializar profissionais para exercer as novas diretrizes. “A ideia é fazer com que haja modelos de regulação para que o setor público possa fazer também contratação”, apontou.

A especialista define o tema como abrangente na área das Engenharias, Agronomia e Geociências. E que, por isso, o Crea-SP vem como forte aliado para que o debate seja fortalecido no Estado. “Todo tipo de tecnologia, seja mecânica, civil, naval, precisa ser debatida. Por isso, a importância da atuação do Crea-SP nestes estudos, pois o órgão tem conhecimento tecnológico por meio dos seus profissionais. E assim, consegue disseminar a informação e melhorar as relações de mercado, tanto no setor privado quanto no setor público”, disse.

O presidente do Crea-SP, Eng. Vinícius Marchese , destacou também o debate sobre “Planejamento e Tecnologia” e quais caminhos devem ser tomados a partir do encontro. “O tema que a gente traz, planejamento e tecnologia, para que tenhamos cidades mais inteligentes, que propõem melhores serviços para a população, vem somar ao trabalho dos nspetores. Estar na região de Taubaté é estratégico, pois tivemos diversas ações nas proximidades que geraram bons resultados às ações de fiscalização”, frisou.

Quase 189 mil ações de fiscalização

Durante a abertura do Colégio Regional de Inspetores, foram apresentados os resultados parciais das operações de fiscalização do Crea-SP em 2021. Até 30 de setembro, foram contabilizadas cerca de 189 mil ações de fiscalização em todo o Estado. A expectativa é que este número chegue até 200 mil até o final do ano.

A apresentação dos números apontou que o Conselho deu um salto nas ações desde o início da atual gestão. Segundo indicadores, de 2016 a 2021 os trabalhos tiveram um aumento superior a 500%.

O presidente do Crea-SP comemorou os números e frisou que o Conselho tem se destacado entre as autarquias como a que mais fiscaliza no País. “O que antes era uma das autarquias que menos fiscalizava no país, hoje o Crea-SP é a que mais entrega resultados. A expectativa é que até o próximo ano possamos conhecer as prioridades de cada município do estado de São Paulo e, assim, construir soluções de acordo com a necessidade de cada pessoa”, disse.

Os focos de fiscalização foram separados em diferentes segmentos, como a Operação Inverno, que atuou em hotéis, pousadas, casas noturnas, restaurantes, entre outros, na cidade de Campos do Jordão e proximidades durante a realização do Festival de Inverno. Em Taubaté e região, o Crea-SP, durante força-tarefa, fiscalizou o exercício profissional em 25 municípios em setembro, e também realizou a Operação Padroeira que visa hotéis e obras de grande e médio porte na região de Aparecida do Norte.

Fotos e texto: CDI Comunicação

Desenvolvido por Ative Comunicação