Agenda

Colégio de Inspetores de Taubaté

Compartilhe!

O presidente da AEAT, e coordenador da UNAVAP, Eng. Clóvis Sávio Simões de Paula, participou em São José dos Campos, no último final de semana, do Simpósio Nacional de Cidades Inteligentes, XIX Seminário Estadual de Fiscalização (SEFISC) e Colégio Estadual de Inspetores. O evento organizado pelo CREA-SP, no Parque Tecnológico, reuniu profissionais da área tecnológica de todo o Estado para participarem ativamente do desenvolvimento de soluções para os municípios.
“O desenvolvimento de um país, de um Estado e de um município passa diretamente pela mão de obra da Engenharia, da tecnologia que contempla o sistema CONFEA/CREA. Parabenizamos o Prefeito e a cidade de São José dos Campos pelo prêmio de Cidade Inteligente. Esse prêmio vem sendo construído há tempos, desde a gestão implantada pelo prefeito Emanuel Fernandes, quando teve o entendimento de transformar e desenvolver a cidade, fazendo obras usando as mais modernas tecnologias”, disse o presidente da AEAT, Engenheiro Sávio
Cerca de 70% da população mundial viverá em áreas urbanas até 2050, segundo a Organização das Nações Unidas. Quando essa previsão se concretizar, as cidades devem estar preparadas para absorver novos cidadãos e demandas por serviços de qualidade. As profissões da área tecnológica têm papel central na elaboração e no desenvolvimento de soluções.
Inserido nesse contexto, o Crea-SP realizou o Simpósio Nacional de Cidades Inteligentes, que abrigou dois importantes eventos do Conselho – Colégio Estadual de Inspetores e XIX Seminário de Fiscalização (SEFISC) – nos dias 18 e 19 de março no Parque Tecnológico de São José dos Campos.

Três mil profissionais participaram de uma intensa programação que reuniu especialistas para compartilhar experiências, casos de sucesso e avanços conquistados a partir do conceito de cidades inteligentes, que traz o cidadão para o centro das decisões e, por meio da tecnologia, busca solucionar os desafios da vida urbana. “Acredito muito no protagonismo da Engenharia”, afirmou o presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese, durante a solenidade de abertura.

A escolha de São José dos Campos como sede para o evento deveu-se ao fato de, segundo Marchese, o local ser referência em qualidade de vida, tendo recebido, recentemente, o certificado da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), como a primeira cidade inteligente do Brasil.

“A Engenharia está presente em todas as frentes dos projetos inovadores de São José dos Campos. Isso demonstra a importância da área tecnológica para transformar as cidades em espaços mais acolhedores e inclusivos. O Crea-SP, órgão responsável por fiscalizar o exercício profissional, fechou o ano de 2021 com o maior número de fiscalizações da sua história. Com essa eficiência, que garante a presença de profissionais habilitados em funções técnicas, podemos, sim, acoplar uma nova frente de trabalho que é a discussão e o planejamento de cidades inteligentes”, disse Marchese.

O Eng. Joel Krüger, presidente do Confea, ressaltou que a iniciativa do Crea-SP cumpre o artigo 1º da Lei nº 5.194/66, que estabelece que essas profissões são de interesse humano e social. “Precisamos discutir sobre os futuros das nossas cidades e o que acontecerá nas próximas décadas. Esse ciclo de debates feito em todo o estado de São Paulo, coroado neste evento, só merece elogios. Parabéns pelo brilhante trabalho, que é um exemplo para o Brasil”.

Os projetos que respaldaram a certificação da ABNT foram apresentados pelo prefeito de São José dos Campos, Adm. Felicio Ramuth, que incluem semáforos inteligentes, veículos da guarda municipal 100% elétricos, mapeamento da qualidade dos pavimentos em vias públicas e a construção de uma usina solar fotovoltaica que fornecerá 30% da energia dos prédios públicos. “Todas as soluções tiveram participação da Engenharia, seja na concepção, na operação, no acompanhamento ou na sua responsabilidade técnica”, afirmou o prefeito.

Com informações: CDI Comunicação do CREA-SP

Desenvolvido por Ative Comunicação